A legislação tributária brasileira é bem complexa e envolve o pagamento de vários tributos e o cumprimento de obrigações, logo é muito importante tomar o devido cuidado para evitar problemas com o fisco e aplicação de multas. 

Algumas estratégias podem colaborar para prevenir tais situações e evitar prejuízos. 

Veja algumas dicas para manter a gestão fiscal do seu negócio sempre em dia e longe de multas. 

 

1) Invista na capacitação da equipe

A legislação e os procedimentos mudam com frequência.

Logo, um time atualizado e motivado é primordial para que a gestão fiscal funcione de forma adequada.

É preciso estar ligado para evitar multas, autuações fiscais e demais problemas desnecessários para a empresa.

 

2)  Faça auditorias internas

É importante que as auditorias internas sejam realizadas de forma periódica.

Por meio delas, é possível analisar as áreas fiscal, contábil e trabalhista, com o objetivo de assegurar a qualidade dos serviços prestados, além de identificar previamente ações que podem ser prejudiciais à organização.

Entre as vantagens, está a possibilidade de propor soluções para reduzir a carga tributária elevada que é imposta à empresa, além de evitar multas, autuações e demandas judiciais que afetam o crescimento da companhia.

 

3) Acompanhe as atualizações da lei

É essencial entender sobre a legislação fiscal e tributária que rege a empresa, além de estar sempre em busca de atualização a respeito das alterações e a inserção de novos processos.

Caso não tenha afinidade com a área ou o assunto, o mais indicado é contar com o auxílio de uma boa contabilidade, que vai estar sempre por dentro de todas as novidades e tendências fiscais relacionadas ao segmento em que o negócio está inserido.

 

4)Elabore uma agenda tributária

Devido à complexidade do sistema tributário no Brasil, é importante estar atento a todos os prazos e obrigações a serem cumpridas para evitar multas fiscais e outras penalidades.

Uma boa ferramenta é a agenda tributária.

Para realizar um cronograma completo, é importante que todos os itens relevantes sejam inseridos no documento, por exemplo, ECD, EFD, DCTF, ICMS/IPI, ECF, GIA e demais.

Também é possível compartilhar a agenda a fim de que outros colaboradores ajudem no controle desses prazos.

 

5) Tenha a ajuda da tecnologia

Com o avanço da tecnologia, contar com um sistema de gestão é fundamental para auxiliar no controle fiscal da organização.

Por meio do recurso, é possível automatizar as tarefas que fazem parte da rotina e que, quando realizadas manualmente, levam muito mais tempo para serem concluídas.

O interessante é que esse tipo de ferramenta auxilia na realização de tarefas mais simples até as mais complexas, de modo a evitar a ocorrência de falhas humanas que podem aumentar o risco de fraudes e demais transtornos.

Entre suas principais funcionalidades, podemos citar:

 

  • a emissão de notas fiscais;
  • o controle dos prazos para o cumprimento das obrigações;
  • o recolhimento das informações de todos os setores da companhia;
  • a centralização dos dados fiscais e contábeis em um único lugar, entre outras.

 

A SOFT-ROM está preparada para atender toda a demanda de gestão fiscal do seu negócio. Conte sempre com a ajuda de um contador e e da SOFT-ROM para organizar a contabilidade da sua empresa.